julho 01, 2012

Filhos Bilíngues/Brasileiro Casado com Argentino


Casou-se com um argentino e tiveram filhos, e agora, que língua falar com o bebê? Devemos falar espanhol? Devemos falar português? Veja a melhor forma de se criar filhos bilíngues. […]





A grande maioria (que vive na Argentina) acaba falando mesmo é espanhol em casa o dia inteiro com os filhos, mas já que existe uma pessoa fluente em outro idioma todos os dias com vocês, por que não ensinar um idioma a mais para los chicos? Afinal essa é a melhor idade para aprender e tornar-se fluente mantendo até mesmo o sotaque nativo; e sem falar que ter um idioma a mais é sempre bom.  

Muitos casais que começam a ensinar os dois idiomas para os filhos notam um atraso com relação às outras crianças e preocupados em estarem prejudicando os filhos, acabam desistindo de ensinar duas línguas. Esse atraso chamado Distúrbio Específico de Linguagem, nada mais é que casos onde as primeiras palavras do bebê demoram a vir ou a criança tem dificuldade de formar frases. Apesar de esse atraso poder acontecer em qualquer criança, por diversas razões diferentes, acontece sim, com mais frequência com bilíngues, mas isso é devido ao fato de que, além de estarem sujeitos ao Distúrbio Específico de Linguagem por todos os motivos que acarretam, como qualquer outra criança, os bilíngues também estão sujeitos a se atrasarem por algum erro dos pais ao ensinar, o que também pode ocasionar atraso. Então bilíngues têm matematicamente mais chances de se atrasarem. 

Não é motivo para desistir, mesmo levando mais tempo que as outras crianças para começar a falar, os bilíngues falarão. Pais não precisam desistir de dar essa herança de ouro para seus filhos, mas o que sim é bom saber é como ensinar bem, para evitar esse atraso.

O processo na realidade é simples, basicamente a ideia é apenas não pressionar as crianças em aprender o idioma. Não é como na escola onde tem que tirar 10, tem que passar etc. Aprender um idioma nessa idade tem que ser divertido e natural. Se os dois (pai e mãe) falam os dois idiomas, é ainda melhor para os filhos. O grande truque é simplesmente conversar, no idioma que queira ensinar, em casa naturalmente. Conversar com eles, ouvir músicas, cantar, assistir TV e até ler livros, tudo nesse idioma. Como uma coisa natural, sem a obrigação em aprender. Não há necessidade de se preocupar em pressionar, crianças aprendem muito facilmente.


Uma das formas mais recomendadas por fonoaudiólogos e especialistas em linguagem infantil é: antes mesmo antes de a criança começar a falar, os pais já podem cantar para os filhos, é muito eficiente. Assim que a criança começar a cantar, não perca o costume, cante com ela e procure cantar músicas que eles gostem. Esse tipo de estimulo de ensino pode ser mantido até a adolescência. 



Melhor do que qualquer escolha são os cursos gratuitos, dados pelos próprios pais. 


Para brasileiros e argentinos casados que decidam ir viver em outro país que não Brasil ou Argentina e ai irão falar uma terceira língua, o processo é o mesmo para se criar filhos trilíngues. E não pensem que seu filho terá dificuldade em aprender chinês, alemão, russo ou qualquer idioma que para vocês parecem difícil aprender, crianças não têm limites para aprender, quando começam novinhas. Inclusive eles provavelmente falarão o terceiro idioma melhor do que você jamais falará e falarão os três idiomas com sotaques de nativos.


O melhor seria falar em casa o idioma que não se fala no país em que vivem, pois o idioma do país, as crianças já terão outras oportunidades de aprender, quando na escola, com os amigos, com os avos e primos etc. Uma vez que a criança comece a perceber quantas barreiras, falar mais um idioma, podem quebrar e quantas portas abrir, o interesse em aprender passa a crescer e esse aprendizado será infinito.
  

Karanguärí-huáru
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Great article and it does answer some of my questions. I am thinking about having kids with my Brazilian boyfriend and being German but living in Argentina and speaking English at home, many questions have gone through our heads. Thanks, you mentioned some very interesting issues.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I would like to recommend this page to you: http://jennifermadison.hubpages.com/hub/Raising-Children-to-Be-Bilingual
      You will find an article about the same subject which goes more into detail and will answer all of your questions. The article is in English. I hope it helps you.

      Excluir
  2. Cara, acho que os pais podem deixar para ensinar os filhos quando já estiverem mais crescidos, com seus 12 anos talvez. O problema é que os pais querem ficar falando as duas línguas com o filho desde bebezinho, ai é complicado mesmo pra criança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Leonardo, complica para a criança sim, mas acredite, mesmo assim ainda é um milhão de vezes mais fácil aprender quando se é criança, do que depois de adulto. Sem contar que depois de adulto nunca mais perde o sotaque.

      Excluir
  3. Oi Tiago,

    quanto mais idiomas se fala, maiores as oportunidades e facilidades, pais não poderiam perder a chance de proporcionar estes aprendizados aos filhos. Quanto mais for possível, melhor.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É van mas a verdade é que na prática, ensinar mais de três já se torna muito, muito dificil.

      Excluir